Crie Laços: Como Nasceu a Coleção que é a Cara da Luiza Barcelos

6 de junho de 2016

Você sabe ou já teve curiosidade de saber como surge o conceito de uma coleção?

Estamos tão acostumados a ver tudo lindo e prontinho nas campanhas, que não nos perguntamos como foi que surgiu aquela ideia.

Não, um tema não é escolhido ou surge ao acaso. Ele é fruto de muito trabalho colaborativo. Um dia em que reunimos as equipes do estilo e do marketing, e colaboradores de outras áreas da Luiza Barcelos também.

Ao longo desse dia/workshop muitas coisas interessantes e engraçadas acontecem (são muitas histórias pra contar). Primeiro a equipe é apresentada para as principais tendências de mercado, comportamento e moda. Depois realizamos algumas dinâmicas para relaxar e integrar o nosso time. Aí então, é hora de por a mão na massa.

É um tempo para parar e respirar, conversar e refletir sobre quais caminhos queremos trilhar na próxima estação. Se esses caminhos estão em sintonia com os nossos valores, com os valores da Luiza Barcelos e com o que nós enquanto equipe acreditamos; sem esquecer que o resultado disso tudo, corresponde aos próximos seis meses de trabalho.

Crie Laços é mais que só o tema do Inverno 2016.

É uma continuidade do Verão – Faça Florescer, quando convidamos a todos para pensar sobre o “Eu”.

Quando olhamos pra gente e repensamos o nosso papel, consequentemente logo em seguida olhamos para o “Eu + o Outro”.

E Crie Laços é esse desejo de ressignificar as nossas relações “Eu + o Outro”. É um respiro. Um desejo de desconectar para estar mais presente e consciente, e assim se reconectar ao outro de forma verdadeira.

Já pensou em participar de um dia de workshop de coleção com o time Luiza Barcelos?!

Escreve pra gente aqui nos comentários, quem sabe você não pode ser membro da nossa equipe por um dia 😉 !!!

 

Uma resposta para “Crie Laços: Como Nasceu a Coleção que é a Cara da Luiza Barcelos”

  1. natasha paiva disse:

    Meu Deus, como eu ia amar participar por um dia desse time tão enriquecedor! Que empresa diferente!

Deixe uma resposta